THEME


Eu me preocupava bastante com o que queria ser quando crescesse, quanto ganharia ou se me tornaria alguém importante. Às vezes, as coisas que você mais quer, não acontecem. E às vezes, as coisas que jamais esperaria, acontecem. Você encontra milhares de pessoas e nenhuma delas te tocam, e então encontra uma pessoa, e sua vida muda. Pra sempre.
- Amor e Outras Drogas. (via faz-sonhar)

Vem para o meu colo, meu bem, eu te faço um carinho e te mostro que, afinal, não tem nada melhor do que amar assim, devagarinho.
- Maré  (via supostos)

Mas a verdade, é que a cada cinco em cinco minutos a gente tava por um triz. Tu sempre vai ser a primeira coisa que eu vou pensar quando perguntarem qual a coisa mais complicada que já aconteceu comigo, pode acreditar nisso.
- robin and stubb.     (via palesttina)

Escolhi apagar você da minha vida porque pensava que assim encontraria a felicidade. Criei rituais pra suprir a tua falta, desenhei teu caminho de volta por todo meu corpo, repeti nosso diálogo final como um rádio quebrado, fujo do seu nome como quem foge do contato com uma pessoa pesteada, rasguei todas as roupas que possuíam teu cheiro, não conjugo mais amor e teu nome na mesma frase, refiz todos os meus caminhos para não correr o risco de te encontrar, queimei a única foto que tínhamos juntos, meu guarda roupas se tornou a representação de tudo que tu abomina. Eu aprendi infinitas maneiras para escapar do nosso relacionamento e de qualquer outro envolvimento que eu possa ter com uma pessoa já que o simples fato de pensar que isso pode acontecer mais uma vez me causa urticaria porque só eu sei o peso da cruz que ainda carrego por você. Os sábios afirmam que todo ser humano é mero conjugador que fique aqui registrado que até minhas conjugações você levou.
-

Eu desaprendi a conjugar amor 

(via sintoso)

Como cortar pela raiz se já deu flor? Como inventar um adeus se já é amor?



Até a página 27, tudo era confuso. Só comecei a amar na página 28, um pouco depois de entender a perda, aceitar que nem tudo se ganha. Hoje, aqui estou eu, na página 346, feliz por saber que ainda tenho tantas páginas em branco para escurecer.
- Eu me chamo Antônio. (via doistonsdeamor)